Mês: fevereiro 2015

Estudo da Gramática: Concordância Verbal

QUADRINHO.CONCORDANCIA.GRAMATICA2

Eis um assunto extenso. Concordo com o gramático Rodrigo Bezerra (1) que diz que o sucesso aqui se dá, principalmente, pela repetição. Daí a ideia de escrever este artigo e compartilhá-lo com vocês. O que irei aprender escrevendo este artigo e compartilhando-o compensa o grande trabalho.

Lembro a todos que procuro absorver as ideias dos autores e tento expressá-las aqui. Acredito que tentar expressar aquilo que eu penso que aprendi é um novo aprendizado. Sintam-se a vontade para criticar, recomendar, corrigir e, se acharem que eu mereço, elogiar não fará mal.

Por fim, lembro que não tenho licenciatura em letras e, portanto, se todo profissional pode errar, por ser humano, não sendo um profissional da área, me sinto feliz em aprender ainda mais com meus próprios erros.

Inicialmente este artigo tinha o intuito de abordar a Regência Verbal e Nominal juntas. Após algum tempo escrevendo percebi que ficaria extenso demais e resolvi dividí-lo em dois posts. Esclarecido isso, vamos ao que interessa.

1. Introdução

Sintaxe de Concordância é a responsável pela harmonização das palavras dentro do período. Pode-se dizer também que é a harmonia de flexão das palavras de uma frase.

Há dois tipos de harmonização:

  • Concordância Verbal: Busca a harmonia entre o verbo e o seu sujeito.
  • Concordância Nominal: Busca a harmonia entre o substantivoos termos que a ele se referem.

Continuar lendo “Estudo da Gramática: Concordância Verbal”

Anúncios