Estudo da Gramática: Artigo

Bibliografia

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo:Saraiva, 1997. 6. ed. pg. 198-204

Gramatica - Roberto Melo Mesquita

1. Definição: É a palavra variável que serve para substantivar as palavras, caracterizando-as como seres determinados ou indeterminados e indicando-lhes gênero e número.

2. Classificação

I) Definidos: Caracterizam o ser entre outros da mesma espécie de modo preciso. (O, A, OS, AS).

II) Indefinidos: Caracterizam o ser de modo vago, genérico. Não indica qual seja este ser entre outros da mesma espécie. ( UM, UNS, UMA, UMAS)

3. Características do Artigo

I) podem fundir-se ou combinar-se com as preposições A, EM, DE, POR:

ARTIGOS
PREPOSIÇÃO A AS O OS UM UNS UMA UMAS
A À ÀS AO AOS  –  –  –  –
EM NA NAS NO NOS NUM NUNS NUMA NUMAS
DE DA DAS DO DOS DUM DUNS DUMA DUMAS
POR PELA PELAS PELO PELOS  –  –  –  –

II) Serve para substantivar qualquer palavra ou expressão:

Ex.: o viver / o sofrer / o sim / um não / o agora / o lutar de hoje

III) Permite reconhecer o gênero e o número do substantivo. Ex.: Os meninos estão aqui.

IV) Permite distinguir homônimos, definindo a sua significação:

  • o capital (dinheiro) / a capital (cidade)
  • o guarda (pessoa) / a guarda (seguranças)
  • o caixa ( local de pagamento ) /  a caixa (objeto)

4. Emprego do Artigo

I) Emprego do Artigo Definido: De modo geral, quando se quer determinar especificamente o ser ou quando este já é conhecido.

NÃO SE DEVE USAR ARTIGO DEFINIDO

a) Antes de nomes de pessoas se não houver familiaridade

  • Ex: O joão é meu primo.

b) Após o pronome “CUJO“.

  • Ex.: Este é o acusado cujo nome eu ainda não sei.

c) Antes de Pronome de Tratamento.

  • Ex: Vossa Excelência chegará hoje.
  • Exceções: Senhor(a), Senhorita e Dona.

d) Antes do pronome “OUTROe derivados.

  • Ex.: Uns chegaram. Outros saíram cedo
  • Exceção: Se o pronome OUTRO e derivados estiver(em) determinados, pode-se usá-lo: Ex.: Os outros convidados estão alí.

e) Antes de substantivos usados em sentido geral e indeterminado.

  • Ex: Pobreza não é defeito / Mulher é mais sensível que o homem?

f) Em máximas e provérbios

  • Ex: Água mole em pedra dura tanto bate qté que fura.

g) Antes da maioria dos nomes de cidades

  • Ex: Roma é bela.
  • Exceção: Se o nome da cidade estiver qualificado, usa-se o artigo. Ex.: A Roma dos cesares é bela.
  • Obs: Há nomes de cidades que admitem artigo mesmo sem qualificação. Ex.: Fui ao Rio de Janeiro.

h) Nos vocativos

  • Ex.: Filha, quando voltas?
  • OBSERVAÇÃO: Nos Adjetivos determinados por artigos, exercendo função de APOSTO, usa-se artigo. Ex.: Alexandre, o grande.

i) Antes de datas, desde que não apareca a palavra dia.

  • Ex1: Nasci em 30 de setembro de 1987
  • Ex2: Nasci no(em+o) dia 30 de setembro de 1987

j) Antes da palavra “terra“, quando oposto a “bordo”(=terra firme) e da palavra casa (=moradia)

  • Ex1: Os marinheiros ficaram em terra.
    • Mas, Os astronautas voltaram à terra.
  • Ex2: Eles ficaram em casa(=moradia) hoje
    • Mas, A casa(não significa moradia) do amor é o coração

USA-SE OBRIGATORIAMENTE ARTIGO DEFINIDO

a) Após o Pronome “Todo” (=totalidade, inteiro)

  • Ex: Eu li todo o livro (=o livro inteiro)
  • Exceções:
    • Se Todo=Qualquer
      • Ex.: Toda mulher tem TPM
    • Todos + as / Todas + as
      • Ex.: Todas as mulheres chegaram / Todos os dez mandamentos

b) Após o Numeral “AMBOSe antes de substantivo a que se refere:

  • Ex: O Diretor puniu a ambos os alunos.

c) Na designação de criações literárias, obras em geral

  • Ex: Li o “grande sertão: veredas”, de Guimarães Rosa.
  • Observação Importante: Não se admite combinação com preposição se o nome da obra contiver artigo. Ex.: Li em O Estado de São Paulo a matéria sobre a inflação.

d) Quando não se deseja repetir um substantivo já mencionado

  • Ex: A camisa branca está suja a azul está limpa.

e) É facultativo usar o artigo antes de pronome possessivo.

  • Ex: Minha casa é grande e minha televisão também.

II) Emprego do Artigo Indefinido

a) Omite-se o artigo indefinido para deixar a idéia mais vaga e abstrata. Pode-se dispensar o artigo indefinido antes do pronome CERTO“.

  • Ex.: Uma certa pessoa ( idéia vaga, abstrata ) / Certa pessoa ( idéia mais vaga, mais abstrata)

b) A forma UNS/UMAS + CARDINAL indica aproximação numérica.

  • Ex: Umas dez pessoas passaram por aqui.

escreva…

fim do post…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s